Prefeitos da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) estiveram reunidos, na manhã de ontem (17), no Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), para discutir a retomada da economia e planejar ações que visem à manutenção de empresas, a busca por investimentos e a geração de emprego e renda no quadriênio 2021 a 2024.

Por meio de palestras, os participantes conheceram os desafios que os municípios terão pela frente na busca pelo desenvolvimento econômico, principalmente diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) que segue afetando, de forma direta, muitos setores e serviços. Na opinião da prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho (PSL), o próximo quadriênio deve ser um dos mais desafiadores das últimas décadas. “Os novos gestores municipais terão de lidar com a queda da arrecadação de tributos causada pela Covid-19, com o aumento do desemprego, com o fim do auxílio emergencial do governo federal e com a demanda reprimida nos serviços de saúde”, comenta. Já o prefeito reeleito de Capela do Alto, Péricles Gonçalves (PSDB), o Kéke, parabenizou o Parque Tecnológico pela organização do fórum que, segundo ele, fortalece a Região Metropolitana. “Temos de encontrar meios para priorizar setores e buscar investimentos para esta região que tem grande potencial.” Presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social e diretor-titular do Ciesp Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, abriu a série de palestras falando sobre “Os fundamentos para a atração de indústrias nos municípios”. Conforme ele, o fórum organizado pelo PTS foi fundamental para demonstrar aos prefeitos eleitos e reeleitos alguns caminhos para atrair investimentos, além de desburocratizar e facilitar a abertura de novas empresas com ferramentas mais ágeis como, por exemplo, a abertura de empresa on-line. (Da Redação, com informações da Secom Sorocaba)