O trânsito na avenida Raja Gabáglia registra lentidão nos dois sentidos, na manhã desta segunda-feira (7). Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) ocupam duas faixas da via na frente da 4ª Região Militar do Exército, no bairro Gutierrez, na região Oeste de Belo Horizonte.

Uma  pista no sentido centro e, a outra, no sentido bairro estão ocupadas pelos manifestantes. A Polícia Militar de Minas Gerais acompanha o ato. A mobilização acontece desde o dia 1º de novembro, um dia após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno das eleições. Os manisfestantes não concordam com o resultado do pleito.

Dentre as pautas, os manifestantes, que, como já é tradicional, vestem verde e amarelo, pedem intervenção federal por meio de palavras e cânticos de ordem, como “S.O.S Forças Armadas”, “Forças Armadas, salvem o Brasil” e “Forças Armadas, nos defendam contra a censura do STF”.

Ao longo dos dias, o número de tendas e barracas aumentaram, preenchendo assim toda a calçada. Cerca de 15 banheiros químicos foram distribuídos pela região. Há também foodtrucks estacionados e carrinhos de pipoca.

Vendedores ambulantes aproveitam a movimentação no local para lucrarem. Eles fizeram uma varal, tanto na calçada quanto no canteiro central, próximo aos semáforos. Eles vendem tamanhos diferentes de bandeiras do Brasil e camisas da seleção brasileira.

RÁDIOADBELEMFM

@radioadbelem #radioadbelem 97,9 FM

#manifestações #brasil #bandeira #patriotas #noticias #urnas #governo #bolsonaro #lula #exercito #forçasarmadas #intervençãomilitar #radioadbelem #adbelemfm #piedade #sorocabaeregião

Deixe seu Comentário